sexta-feira, 18 de abril de 2008

Tu vês a luz tão longe.
Isso me contenta.
Pior se tudo que visses
fosse frio.
Fosse um infinito
escuro e vazio.

No fim, o sol é sua fé
há muito desacreditada.

Quando a alegria é sonho
E a tristeza é vida.
Pergunto-te:
O amor, onde fica?

Nenhum comentário: