sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Expressão.

Expressão.
A pressão do ser.
De ser.
De ser externo,
escarnado,
estripado de suas ideias.

A expressão
descuida da gente,
Descuidada, gente,
ela nos joga aos leões.
Depois aos abutres.
Enquanto há sangue,
há vampiros.

Se expressar,
se atirar,
se ferir,
ferir.
Ou mentira.
Tudo ilusão
de um cretino,
exibido, falastrão...

Expressa-te ou te esqueço!
Esqueça-me e me expresso!
Ou me expresso em dúvida.
Se me esquece ou não,
expresso-me mesmo assim.
O riscos justificam o existir.

Nenhum comentário: