quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Flocos de algodão

Sinto que sei.
Saber não diz nada.
Nada que se sente
é entendimento.
Começa espera.
Vira esperança.
Corre um fio
Frágil, quebrável.
Espera, sorriso.
Alegria,
flocos de algodão!

Não se faz.
Se deixa ir.
Suave, carinhosa.
Mente clara.
Céu de primavera.
Flores de cheiro.
Doce encanto.
Encantada.