sexta-feira, 23 de julho de 2010

Manifesto.

Vamos desafiar a frieza que se manifesta em nossa sociedade de consumo e pressa, com AMOR. Mas não o amor como palavra e sim aquele manifesto. O manifesto que escrevemos toda vez que dizemos "eu te amo" a quem realmente amamos, que abraçamos carinhosamente aqueles por quem temos carinho e escutamos aqueles a quem nutrimos respeito. Amar não é cafona, nem fora de moda, é humano! Sejamos humanos no melhor da palavra!