domingo, 12 de dezembro de 2010

As pessoas são fragrâncias. Tem sua dose exata. Se pouco, são nulas. Se muito, intoxicam.
Mas, se você vicia, muito é sempre pouco.

Borboleta ou tubarão.

Sou tão forte como um trovão.
O som.
Sou tão forte como um furacão.
O vento.
Sou tão forte como um dilúvio.
A água.
Sou tão forte como um vulcão.
O fogo.
Mas a força permanece na intenção.
Do som...
Do vento...
Da água...
Do fogo...
A força está nas ideias.
Está nos pensamentos!

No sentimento, sou reversa.
Tão perturbadora quanto um assovio.
Tão devastadora como um sopro.
Tão afluente quanto gotículas de chuva.
Tão escaldante quanto um beijo.

Tubarão que pensa,
Borboleta que ama.