sexta-feira, 3 de junho de 2011

Te adoro.

Te adoro no sentido inteiro de adorar.
Meu adorado!
Não como divindade inalcançável.
Meu adorado!
Alegria que chega na alma.
Sorriso cheio, certeiro.

Adoro como sou desejo.
Como sou mulher que incendeia.
Adoro sê-lo em você!

Adoro querer olhar cada detalhe do seu rosto.
À espera por seu cheiro inebriante.
Adoro ainda mais senti-lo.

Adoro nosso dialeto amoroso.
E o tanto de vida permeando nossas palavras.

Adoro como você é obscenamente charmoso.
Me canta, me encanta, me toma.

Adoro o sentimento inexplicável de te adorar!