quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Casa

Quero arrumar minha casa.
Quero tudo lindo de um jeito aconchegante.
Nada de luxo, de disperdício de bom gosto.
Quero o vento fresco invadindo minha sala.
E poucos obstáculos para interceptá-lo.
Quero ver a luz refletida por toda parte.
E a magia de poder suprimí-la sempre que quiser.
Quero caminhar por ela como quem faz um passeio.
E respirar o ar da tranquilidade.
Quero a água do chuveiro como se fosse cachoeira.
E que nos dias frios, me abrace quentinho.
Quero que seja boa para os pensamentos.
E que seja generosa com as palavras.
Quero minhas cores preferidas.
Como se pudesse pintar o mundo a meu modo.
Quero ser criança para pintá-la com meus sentimentos.
E ser grande para torná-la uma doce realidade.

Nenhum comentário: