quarta-feira, 23 de abril de 2014

Quero dar tempo ao tempo
Ter tempo de ver o tempo passar
A tempo de viver com tempo para chegar



Quero um longo tempo para viver
Todo tempo para lembrar 
Que o tempo é precioso 
Passa devagar 
Tempo cura 
Tempo para recomeçar 



Tempo imenso 
Meio tempo, meio contratempo 
Tempo inteiro 
Passatempo 
Tempo que não passa 
Que dói, que desgraça
 

Há tempos o amor disfarça 
essas dores, esses temporais 
Expande o espaço-tempo 
O inicio e o fim se beijam 
Enfim! 



Nesse instante esqueço 
que existo apenas 
e extraordinariamente 
num sopro suave 
 e imprevisível de tempo.